35 guardas municipais são suspensos por fazerem greve no dia do Corso imprimir publicado em: 09 / 02 / 2018

guardaOs guardas municipais que aderiram à paralisação de 72 horas, realizada de 01 a 03 de fevereiro, foram afastados de seus cargos temporariamente por descumprimento de ordem judicial. Ao todo, 35 servidores não compareceram ao trabalho no dia do Corso de Teresina, que aconteceu no último sábado (03).

A decisão e a lista com os nomes dos guardas suspensos foi publicada no Diário Oficial do Município, nesta quinta-feira (08), pela Secretária Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas.

Em conjunto com os agentes de trânsito, a paralisação começou na quinta (01). No final da tarde de sexta-feira (02), o TJ-PI decretou ilegalidade no movimento, afirmando que as categorias não poderiam fazer greve por serem essenciais à segurança pública.

Os manifestantes decidiram continuar a paralisação até completar as 72 horas, retornando aos seus postos no domingo (04). Enquanto são investigados, os servidores serão afastados de suas atividades por 45 dias.

Confira a lista completa dos suspensos.

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas