Acervo documental da Defensoria passa por processo de digitalização imprimir publicado em: 26 / 12 / 2016

dpeA Defensoria Pública do Estado do Piauí iniciou, em setembro deste ano, o processo de digitalização de todo o seu acervo documental, estimado em torno de 800 mil a 1 milhão de documentos. A medida, prevista no Plano Estratégico da Instituição, está sendo implementada a partir de um termo de cooperação com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet) que, sem ônus para a DPE-PI, cedeu duas estações de digitalização assim como equipe capacitada para tal fim.

A digitalização do acervo da Defensoria Pública está prevista no Plano Estratégico da Instituição, na área de infraestrutura e tecnologia,  onde estão elencadas a implantação de gerenciador eletrônico de documentos administrativos  e a aquisição de um sistema de gerenciamento eletrônico de documentos e representa um passo significativo na modernização da administração pública, garantindo maior segurança e facilitando o acesso aos arquivos da Instituição.

“Essa atividade era uma demanda urgente, notadamente porque os documentos impressos exigem uma capacidade de armazenamento físico muito grande e, além disso, nos dias atuais a segurança e a conservação de alguns documentos, especialmente em relação à prestação de contas e atividades do gênero, exigem, principalmente, após a autonomia da Defensoria,  maior segurança.”, afirma o  diretor administrativo da da DPE-PI, defensor público Ivanovick Feitosa Dias Pinheiro.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas