Alan Ruschel e Rafael Henzel chegam a SC e seguirão tratamento imprimir publicado em: 13 / 12 / 2016

alan ruschel

Alan Ruschel, em maca, é transportado para ambulância

O avião com o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel pousou na noite desta terça-feira na cidade de Chapecó. Os dois foram encaminhados para um hospital na cidade, para mais exames e seguir o tratamento na cidade, ao lado dos familiares e amigos. A dupla viajou acompanhada de suas esposas e do médico Carlos Mendonça, representante da Chapecoense, além de toda a equipe médica da FAB.

O voo saiu de Rio Negro, na manhã desta terça-feira, fez escalas em Manaus e em Brasília, antes de chegar a Chapecó. Após o pouso, os dois foram transportados do avião para uma ambulância em macas. Rafael Henzel ainda se recupera da fratura de sete costelas, ainda de outra fratura no pé direito. Alan Ruschel teve uma lesão na coluna e passou por cirurgia ainda na Colômbia. Além disso, teve uma infecção urinária, que está sob controle.

– É muito emocionante, estou chorando. É lindo, maravilhoso. Agora estou chorando de alegria, feliz por ele estar de volta. Muito obrigada a todos – disse a esposa de Rafael Henzel, Jussara Dercino.

Amigo de infância de Alan Ruschel, Anderson dos Santos se emocionou muito com o retorno do jogador ao Brasil.

– É uma alegria, é difícil falar. Eu fui um dos primeiros a receber a notícia. Por um momento, pensei que tinha perdido ele. Graças a Deus, ele foi iluminado. Eu estou feliz só de poder entrar no quarto, dar um beijo, um abraço nele.

fab

Neste momento, são três sobreviventes da queda do avião da Chapecoense que já estão no Brasil. Apenas o zagueiro Neto segue internado na Colômbia. Na segunda-feira, o goleiro Follmann foi transferido para São Paulo, onde passou por uma cirurgia na coluna cervical nesta terça e passa bem.

O avião que levava a delegação da Chapecoense para a disputa da Sul-Americana, em Medellín, caiu no dia 29 de novembro, a poucos minutos da chegada na cidade colombiana. O acidente deixou 71 mortos, entre eles 19 jogadores. Além dos três jogadores da Chape e do jornalista Rafael Henzel, dois tripulantes bolivianos sobreviveram.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas