Apenas três vereadores votam para discutir aumento da passagem imprimir publicado em: 14 / 02 / 2017

Na sessão do Grande Expediente da Câmara Municipal de Teresina, nesta terça-feira (14/02), os vereadores da oposição e da base do prefeito soltaram farpas por causa do aumento da passagem dos ônibus. O vereador Dudu (PT) levou à comissão de Legislatura e Justiça um projeto para impedir o reajuste da passagem dos coletivos da cidade que passou de R$ 2,75 para R$ 3,30, desde o dia 06 de janeiro deste ano.

camara

Porém, a comissão não aprovou a proposta de decreto legislativo com o objetivo de suspender o aumento da passagem de ônibus. O parlamentar, então, entrou com um pedido de votação de requerimento para discutir o aumento, durante sua fala no plenário de hoje. A vereadora Graça Amorim (PMB), líder da base do prefeito Firmino Filho (PSDB), disse que o requerimento do parlamentar é uma manobra para constranger o líder administrativo.

“Ele foi rejeitado por unanimidade pela comissão. Isso não passa de uma manobra para submeter o prefeito a um constrangimento. A orientação é que estejamos votando ao contrário desse requerimento”, diz Graça Amorim.

O líder da oposição na Câmara rebateu o comentário da parlamentar. “Não vai ser a líder do prefeito que vai me dizer o que fazer. Cada um faz o mandato que quiser, mas eu trabalho pelo povo. E esse requerimento é totalmente legível. E não vai ser ‘falaciazinha’ que vai me impedir. E essa Casa vai dizer se acata o que o prefeito quer ou não. Peço para que os demais vereadores insistam em discutir novas medidas para isso com o prefeito”, declara o vereador Dudu.

Na ocasião, até o vereador Enzo Samuel, ex-militante contra o aumento da passagem, votou contra o requerimento do petista. Apenas Cida Santiago, Deolindo Moura e Dudu votaram a favor do texto.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas