Após áudio, Flora Izabel diz que João de Deus está desesperado imprimir publicado em: 10 / 07 / 2018

Flora Izabel e João de Deus

Flora Izabel e João de Deus

A deputada Flora Izabel (PT), nesta terça-feira (10), caracterizou como “desespero” as declarações do deputado João de Deus (PT) em um áudio que tem sido divulgado em grupos de WhatsApp. A gravação teria sido encaminhada pelo deputado aos seus cabos eleitorais, mas acabou sendo divulgada em vários grupos e ganhou bastante repercussão.

Nesse áudio, o deputado afirmou que Flora saiu melhor posicionada em uma pesquisa realizada em José de Freitas para as eleições deste ano, porque uma aliada dela, a secretária Fátima Pinto, fez a entrega de kits para famílias que foram retiradas da área da barragem do Bezerro, quando havia o risco de rompimento. Deixando a entender que a secretária teria de alguma forma favorecido a parlamentar.

Flora se manifestou sobre o áudio e afirmou que a entrega de kits foi feita pela prefeitura e que não teve irregularidades, pois seria para atender de forma emergencial várias famílias. Ela negou seu envolvimento nesse assunto. “José de Freitas passou por uma situação de tragédia e a prefeitura municipal teve que fazer a assistência. A distribuição de colchões foi dada por um conselho comunitário, onde faz parte tanto os vereadores de oposição, como os de situação. Então tudo de uma forma muito transparente”, disse a parlamentar que destacou que tudo foi feito por “uma grande amiga, que é a Fátima Pinto, que é uma mulher honrada e séria”.

Ela disse que João de Deus não conversou com ela após a divulgação do áudio e que ele está desesperado. “Eu sempre fui muito votada em José de Freitas. Todos conhecem as lutas que travei e consegui. José de Freitas tem sempre me respondido com grande carinho. Na eleição passada, eu fui a deputada mais votada da base do governo e isso incomodou muita gente, inclusive o deputado João de Deus que não consegue ter uma votação maior que a minha. Achei uma declaração leviana por parte do deputado. Aqui no plenário a gente sempre se respeitou, mas chegou a eleição e o deputado ficou desesperado com uma simples pesquisa eleitoral. Estamos ainda há três meses de eleição e ele saiu fazendo áudios, então ele é que vai ter que se posicionar”, afirmou.

Entenda o caso

O áudio começa com o parlamentar afirmando que é pouca a sua diferença em relação à deputada na pesquisa. Para justificar o fato de não ter se saído tão bem, ele afirmou que a prefeitura de José de Freitas recebeu kits destinados a famílias afetadas pelas chuvas e que eles foram entregues pela secretária de Assistência Social, Fátima Pinto, que seria uma aliada de Flora. Deixando a entender que isso fez com que a deputada se saísse melhor nas intenções de votos.

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas