Após entrevista, José de Abreu fala em golpe e defende Dilma no Faustão imprimir publicado em: 25 / 04 / 2016

José de Abreu

Ator faz críticas a momento político no palco do Domingão do Faustão

Depois de ser homenageado no quadro Arquivo confidencial, do Faustão, o ator José de Abreu teve a oportunidade de explicar o polêmico episódio com o qual se viu envolvido em um restaurante paulista. De acordo com o relato do artista, ele acabou agindo de forma “intempestiva” ao cuspir no casal que o agrediu verbalmente. O vídeo do incidente viralizou e gerou debate nas redes sociais na última semana.

O ator comentou que não conseguiu raciocinar após ser chamado de “ladrão” e de ouvir insultos à esposa. “Durante o jantar, ficaram xingando minha mulher de vagabunda, falaram que eu era um filho da p…”, enfatizou. O veterano artista, conhecido pelas fortes convicções políticas, acabou cuspindo nos agressores e disse não se arrepender do ato. Ele aproveitou o espaço para saudar a presidente Dilma Rousseff e disse estarmos vivendo uma situação de “golpe” ao Estado democrático de direito.

Questionado pelo apresentador sobre a atual intolerância política do país, Zé de Abreu lamentou a incapacidade do povo de “conviver com as diferenças”. Ele criticou ainda o vice-presidente Michel Temer, o PMDB do Rio – “esse aí que derruba ciclovia” – e as falas dos deputados no último domingo, quando o impeachment foi votado na Câmara dos Deputados.

A resposta dada por José de Abreu gerou repercussão nas redes sociais. No Twitter, o assunto ficou entre os mais comentados pelos internautas. Os tweets variaram entre apoio e repúdio ao ator.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas