Após fugas, operação faz vistorias de pacificação em presídios no PI imprimir publicado em: 27 / 01 / 2016

vistorias em presidios piauienseA Secretaria de Justiça do Piauí está intensificando as operações de vistorias nas unidades prisionais do Estado, visando à pacificação no sistema penitenciário. Nesta terça (26), a ação foi realizada nas penitenciárias de Floriano, Picos e Esperantina. A previsão é de que ainda nesta semana seja realizada vistoria na Penitenciária Mista de Parnaíba.

A operação é coordenada pela Diretoria de Inteligência e Proteção Externa da Secretaria de Justiça, a Dipe. Na vistoria desta terça, a ação contou com apoio das gerências das unidades, coordenações de disciplinas, agentes penitenciários, Grupo de Intervenção Prisional da Companhia de Presídios da Polícia Militar e Forças Táticas da PM.

De acordo com o diretor da Dipe, tenente-coronel Luís Antônio Pitombeira, a operação visa prevenir transtornos nas unidades prisionais e buscar a pacificação do sistema penitenciário. “A ação alcança todos os presídios e faz parte da política de reforço da segurança que vem sendo adotada pela Sejus para manter a ordem no sistema”, pontua.

Segundo a Diretoria de Inteligência e Proteção Externa, mais de 100 policiais militares e agentes penitenciários estão trabalhando na operação. A ação envolve, também, a busca por foragidos e, para tanto, conta também com apoio da Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal atuando em todo o Estado.

Novos equipamentos reforçam segurança nas penitenciárias

Na última semana, a Secretaria de Justiça entregou seis mil munições de elastômero (balas de borracha), 150 sprays de pimenta, 150 explosivos de gás lacrimogêneo e 50 granadas de luz e som. O material, um investimento de R$ 230 mil, está sendo distribuído em 15 unidades penais. Os novos equipamentos buscam reforçar a segurança nos presídios.

No ano passado, a Sejus entregou 20 espingardas calibre 12 para as unidades prisionais e equipamentos como scanners raio-X, pórticos e raquetes detectoras de metais. O secretário de Justiça, Daniel Oliveira Valente, já autorizou a aquisição de mais equipamentos e armas, como pistolas calibre 40, carabinas calibre 40, metralhadoras, fuzis calibre 556, coletes balísticos e capacetes.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas