Após onda de violência, 150 pm´s reforçarão policiamento em Picos imprimir publicado em: 04 / 08 / 2016

pmApós os registros de homicídio e assaltos terem preocupado as autoridades de segurança em Picos e no Estado do Piauí, a Polícia Militar aplicará novas estratégias de policiamento para coibir a violência. A ‘Capital do Mel’ recebeu nos últimos dias 150 oficiais que reforçarão o policiamento ostensivo e preventivo no município.

Uma reunião envolvendo o subcomandante da PM do Piauí, coronel Lindomar Castilho, o comandante do 4º BPM, tenente coronel, Edwaldo Viana, e comandante de tropas da macrorregião, foi realizada na sede do 4º Batalhão da Polícia Militar de Picos para definir as diretrizes da Operação de Policiamento.

O reforço agrega policiais do BOPE, do Batalhão RONE, Pavilhão Rodoviário Estadual de Trânsito, Companhia de Trânsito, Cavalaria, Grupamento Aéreo, e 85 policiais recém-formados para aumentar o efetivo.

O subcomandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho, disse que o reforço conta com o que a PM dispõe de melhor atualmente.

“Estamos trazendo um policiamento da Capital para somar com o 4º Batalhão. Na verdade nós queremos aqui reforçar e intensificar as ações da Polícia na cidade de Picos. Sabemos do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo coronel e estamos à disposição de demais órgãos para somar a esta missão, pois a segurança não é de responsabilidade apenas da PM. Trouxemos o que há de melhor, para que a população se sinta mais segura e protegida”, enfatizou o comandante.

O subcomandante Lindomar Castilho acrescentou ainda que à medida que os índices de violência sejam reduzidos, e o clima de tranquilidade volte a imperar no município, o reforço policial deverá ser repensado.

O comandante do 4º BPM de Picos, tenente coronel, Edwaldo Viana, esclareceu que Picos ainda não é a cidade com maiores índices de violência do Estado. “O efetivo praticamente dobrou, em quantidade e qualidade. A droga hoje é o câncer da sociedade, e a grande maioria dos crimes tem relação ao tráfico de entorpecentes. Apesar da violência, Picos não é a cidade com maiores índices, e vamos trabalhar pra diminuí-los” frisou.

Uso do Grupamento Aéreo

Desde a última terça-feira, 02, os picoenses foram pegos de surpresa com um helicóptero da Polícia Militar sobrevoando a cidade. O mesmo monitorará dos céus os bairros, e através de rádios acionam e orientam as viaturas, em casos como fugas ou alguém que esteja escondido em algum local.

aviao


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas