Após reerguer Azulão, Pintado revê São Paulo sem intenção de voltar imprimir publicado em: 16 / 03 / 2018

Após deixar o clube em julho de 2017 alegando falta de clareza em sua função, Pintado reencontrará o São Paulo como técnico do São Caetano no duelo que abre as quartas de final do Campeonato Paulista, neste sábado, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Anacleto Campanella.

Em entrevista, o ex-volante de 52 anos garante não estar magoado com o clube pelo qual foi bicampeão da Copa Libertadores, em 1992 e 1993. Mas tampouco se diz motivado em um dia ser o seu treinador. “Não tenho mais esse sonho, não”, admitiu.

Ex-auxiliar da comissão técnica fixa do Tricolor, Pintado vê André Jardine ocupando o cargo que era seu até pouco tempo atrás. Torce para que o amigo faça boa parceria com o uruguaio Diego Aguirre, mas com uma ressalva: “Espero que dê certo. Mas não neste momento, mais para frente”.

Responsável por reerguer o Azulão no Estadual, Pintado assumiu o time na lanterna, há menos de dois meses, e o levou ao mata-mata da competição com a pior campanha dentre os classificados, no segundo lugar do Grupo B, com 15 pontos, dois a menos que o seu próximo adversário. “Tudo mostra que o São Paulo é o favorito. Essa história de crise… não temos nada a ver com isso”, eximiu-se.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas