Aumenta procura por acessórios de combate ao mosquito da dengue imprimir publicado em: 26 / 01 / 2016

mosquito da dengueA guerra contra o mosquito Aedes aegypti está aquecendo a procura por produtos que podem auxiliar no combate a esse vetor. Nas lojas que vendem raquetes utilizadas para matar os mosquitos com descargas elétricas, assim como armadilhas que capturam os mosquitos através da luminosidade, a alta demanda fez com que os estoques ficassem praticamente vazios.

“A procura está sendo tão grande que não estamos conseguindo nem manter o estoque. A demanda foi tão grande que muitos produtos esgotaram até no nosso distribuidor. Pedimos uma remessa bem grande, mas não foi o suficiente”, relata Fernanda Gomes, subgerente de uma loja especializada em soluções para o dia a dia.

O público consumidor dos produtos de combate aos mosquitos é formado, em sua maioria, por mulheres gestantes, que temem o aumento do número de casos de microcefalia – condição neurológica rara em que a cabeça e o cérebro da criança são significativamente menores que a de outras da mesma idade e que, atualmente, está associada ao zika vírus, transmitido através da picada do Aedes aegypti.

Além das raquetes e armadilhas, também existem, no mercado, opções naturais, como a pulseira de citronela utilizada como repelente para afastar os mosquitos. “A procura é maior pelos eletrônicos, pois, como a citronela tem um cheiro forte, muitas pessoas temem alergia. Os eletrônicos não possuem cheiro e nenhum produto químico; por isso, as mulheres grávidas preferem eles”, pontua Fernanda Gomes.

Apesar de serem aliados no combate ao mosquito Aedes Aegypti, esses utensílios não dispensam os cuidados com a limpeza do ambiente doméstico. “O uso desses equipamentos não anula a importância dos cuidados com a limpeza da casa”, reforça a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas