Babaçu é testado por pesquisadores para ser usado como carvão imprimir publicado em: 11 / 09 / 2016

O babaçu, uma matéria prima abundante na nossa região, cada vez ganha mais valor agregado e agora além de óleo de cozinha, cosméticos, sabão e farinha , o fruto pode ser utilizado para preservação ambiental.

cocoA descoberta faz parte de uma publicação de um Congresso Internacional nos Estados Unidos sobre carvão, em julho deste ano  que apresentou o trabalho da pesquisadora em Ciências dos Materiais Anupama Ghosh sobre a transformação do babau em carvão ativado que se mostra capaz de eliminar 100% dos componentes maléficos ao meu ambiente, como corantes utilizados na indústria têxtil.

De acordo com as pesquisas depois de exposto a uma temperatura de 750 graus e após a separação dos resíduos químicos dentro da estufa a biomassa está pronta para os testes.

A pesquisadora explicou que o carvão ativado será um eficaz despoluidor de água, levando em conta que o lixo das indústrias são despejados nos rios sem tratamento. “É uma prática melhor pois usamos elementos do meio ambiente para preservar o próprio meio ambiente”, destacou

Também faz parte da publicação a pesquisa em defesa da natureza de Ariane Maria dos Santos, mestre em Ciências dos Materiais e co-orientada por Anupama  “Com este trabalho nós vamos ter no futuro despoluentes eficazes para a  descontaminação das águas”.

Outro trabalho importante é do mestre em Ciências Materiais Rubens Costa que tem como objeto o carvão hidrotérmico, mais econômico e requintado, promessa de uma grande fonte de energia. “Buscamos através de processos  físico químicos melhorar a estrutura e morfologia  desses materiais para procurar novas aplicabilidades”.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas