Bando faz arrastão em academia e deixa reféns amontoados em cômodo imprimir publicado em: 26 / 01 / 2016

academiaQuatro jovens – aparentemente adolescentes – segundo testemunhas, invadiram uma academia e renderam oito alunos durante um assalto na noite desta segunda-feira (26) em Monsenhor Gil, município a 56 km de Teresina. O mesmo bando também assaltou a farmácia vizinha, logo após sair da academia onde deixaram todos os clientes trancados e amontoados uns sobre os outros no escritório do estabelecimento.

O proprietário do imóvel que preferiu não se identificar, descreve os momentos de terror vividos por ele e seus clientes durante a ação dos criminosos. “Os menores entraram na minha academia e fizeram um arrastão. Eles já entraram anunciando o assalto e pegaram o dinheiro e os celulares de todos os alunos em seguida entraram no escritório, reviraram tudo e mandaram todos se deitarem no chão. Como o lugar é pequeno ficamos uns por cima dos outros e eles nos trancaram lá depois de levaram meu notebook, celular e dinheiro. Em seguida eles voltaram com um funcionário da farmácia que eles levaram para lá também. Isso tudo durou cerca de dez minutos”, contou.

O empresário descreve ainda que uma mãe que malhava no local, estava com seu filho no estabelecimento e o garoto ficou escondido em baixo do balcão onde costumava ficar jogando no celular. “Ela estava muito desesperada porque o filho dela ficou fora e a criança foi a última a ser achada. Ele que bateu no vidro da porta avisando que eles saíram. Eu tive que arrebentar uma janela para sair e pedir ajuda porque eles fecharam a academia com o cadeado pelo lado de fora”, descreveu.

Já na farmácia, os bandidos armados anunciaram o assalto e gritaram com as duas funcionárias para que eles não olhassem para eles. Amedrontada, uma funcionária que também preferiu não se identificar contou ao Cidadeverde.com detalhes da ação. “Eles já entraram aqui gritando e quebrando tudo. Foram até as câmeras de segurança e levaram os CPUS dos computadores que gravavam as imagens. Mandaram a gente não olhar para eles e muito agressivos colocaram a gente no banheiro antes de saírem”, explicou.

A Polícia Militar de Monsenhor Gil, que tem o efetivo de apenas dois policiais esteve no local e com o reforço da Força Tática de Água Branca realizou diligências ainda durante a noite. De acordo com o coordenador de Polícia Civil da cidade, Manoel Sales, até o momento ninguém foi preso.

“A Polícia Militar esteve no local e falou com as vítimas. Aparentemente eram adolescentes. Tão logo o fato foi noticiado iniciaram a diligência, mas a própria Polícia tem um efetivo reduzido e até o momento ninguém foi preso”, concluiu o policial.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas