Beneficiários se revoltam após entrega de casas ser adiada imprimir publicado em: 27 / 01 / 2017

casasO sonho de receber a chave da casa própria terminou em frustração para cerca de 200 pessoas em Teresina. Elas foram contempladas com um apartamento pelo programa “Minha Casa Minha Vida”, no Residencial Sigefredo Pacheco 3, e deveriam receber as chaves do imóvel na manhã desta sexta- feira (27), mas, segundo eles, nenhum representante da Caixa Econômica apareceu.

Muitas pessoas ficaram revoltadas com a falta de comunicação por parte da Caixa Econômica. Jovens, idosos e mulheres com crianças pequenas ficaram expostos ao sol quente aguardando a chegada de algum representante que pudesse explicar o que estava acontecendo.

“Durante a assinatura dos contratos constava o dia que seriam entregues as chaves. No documento consta que a entrega seria feita hoje. Além disso, muitas pessoas já receberam boletos de pagamento e temem ser obrigadas a pagar sem estar residindo em seus imóveis”, afirmou Manoel Mariano Júnior, presidente da Associação de Moradores do Grande Vale do Gavião.

“Eu faltei ao trabalho para poder receber a chave da minha casa, também me planejei para fazer a mudança assim que recebesse as chaves, mas quando chegamos ao local marcado não tinha ninguém da construtora, somente os encarregados. Eu fiquei esperando das 6h até 10h para chegar um membro da Caixa e dizer que não tinha sido nada acertado”, reclamou Fernanda Silva.

Depois de horas de espera, um representante da Caixa Econômica esteve no local e informou aos moradores que a entrega dos apartamentos depende da autorização do gestor do programa, que é o Ministério das Cidades. O representante disse ainda a Caixa vai divulgar a data de entrega das chaves pelos meios de comunicação e por telefonemas direto aos beneficiários.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas