Brasileiras do rebolado comentam o novo clipe da cantora Nicki Minaj imprimir publicado em: 23 / 08 / 2014

nickNicki Minaj lançou o clipe de seu novo single, “Anaconda”, na terça-feira, 19, e rapidamente o vídeo ultrapassou 20 milhões de visualizações em apenas dois dias de exibição em seu canal no YouTube. Nas imagens, Nicki aparece dançando sensualmente com figurinos que valorizam seu famoso bumbum e fazendo uma “lap dance” para o rapper Drake. O conteúdo erotizado não espantou quem já conhece o trabalho da cantora, mas as cenas em que ela aparece tremendo o bumbum de uma maneira que lembra coreografias brasileiras e que deixa o “twerk” americano no chinelo fizeram com o que vídeo ganhasse o que Nicki queria: muita atenção.

Ouvimos personalidades que cantam e lançam mão de movimentos sensuais em suas apresentações para comentar o desempenho da americana. MC Thaysa, integrante do Bonde das Maravilhas e uma da idealizadoras do quadradinho de 8, aprovou o trabalho da cantora, mas disse que não faria nada parecido. “Eu achei a produção do clipe boa. Estão de parabéns. Sou suspeita para falar, pois sou muito fã do trabalho da Nick Minaj. Tenho várias fotos e músicas dela no meu celular. Achei que em alguns momentos do clipe, a dança lembra a do quadradinho, como se fosse uma referência mesmo. Mas eu, pessoalmente, não faria nada igual, pois tem muita sensualidade. Além do mais, sou menor de idade”, afirmou.

Já para Yani de Simone, a Mulher Filé, o trabalho de Nicki Minaj é uma inspiração. “Vi o clipe e curti muito. Não achei ousado porque conheço o trabalho dela e sei que ela é assim. Ela gosta de ousar e acho maneiro o modo como ela abusa do corpão. Aliás, meu próximo clipe, ‘Striptease’, vai ter um pouco essa pegada. Só que vai se passar em uma boate”, comentou.

Renata Frisson, a Mulher Melão, não viu muita novidade no trabalho da americana, mas acredita que se o trabalho fosse feito por uma brasileira levantaria ainda mais polêmica. “Se trocar a música e colocar um funk com a mesma imagem fica tudo igual… (risos) Por aqui já estamos acostumados com esse tipo de ‘coreografia’. Não tem novidade a não ser pela produção. Agora se sou eu que faço um clipe desse seria um bafão! Imagina a Melão rebolando desse jeito? Mas gostei!”, disse ela.

Na opinião de Andressa Soares, a Mulher Melancia, o dinheiro gasto no trabalho garantiu a qualidade do clipe: “O que faz diferença é a superprodução e o investimento. O clima e a sensualidade são características do nosso funk. Claro que o dinheiro gasto nessa produção deve ter sido absurdo e isso garante a qualidade do trabalho. Achei de muito bom gosto. A maquiagem e o figurino estão impecáveis. Vai ser sucesso certo!”.

Ego

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas