Cabeleireira é morta com três tiros pelo ex-marido em Teresina imprimir publicado em: 22 / 08 / 2011

tiros dirceu mulherA auxiliar de cabeleireiro Andréia Belo de Araújo, 28 anos, foi assassinada a tiros dentro de casa pelo ex-companheiro. O crime aconteceu por volta das 6h da manhã na Q-90, C-8,  conjunto Dirceu Arcoverde 1, zona Sudeste de Teresina.

O acusado Francisco de Assis Barros Costa, conhecido como Tico, foi preso de imediato por uma viatura da Polícia Militar do cabo Magalhães que passava pelo local. Segundo informações obtidas pela polícia, Andrea e Francisco havia tido um relacionamento, mas haviam se separado e ela não queria mais volta.

Inconformado, o acusado teria aproveitado para entrar na casa quando um dos moradores abriu o portão para sair. Tico foi até o quarto de Andréia e disparou três vezes. Dois tiros acertaram perto do coração e o outro atingiu o queixo da vítima e transfixou o cérebro.

MulherUm quarto outro disparo atingiu ainda um portão de uma casa do outro lado da rua.

Andréia deixou uma filha de 12 anos, que gritava de desespero, com a morte da mãe. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal.

Segundo o tenente Penha do 8º BPM, Tico era acusado de outros dois homicídios.

Cidadeverde.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas