Campanha dos candidatos movimenta R$ 1,5 mi por dia no PI imprimir publicado em: 01 / 10 / 2018

Faltando pouco mais de sete dias para as eleições, a soma bruta dos recursos da movimentação financeira na campanha eleitoral de todos os candidatos totaliza, até agora, R$ 65.139.206,69, ou seja, mais de R$ 1,5 são aplicados diariamente nas eleições deste ano. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e leva em consideração a prestação de contas parcial, dos partidos políticos e candidatos.

A maior parte do dinheiro movimentado nesse período, R$ R$ 55.704.228,61, se trata de recursos públicos provenientes do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). Já o capital privado aplicado na campanha, oriundo de pessoas físicas e de recursos próprios dos candidatos, corresponde a R$ 9.434.978,08, pouco mais de 14% do total.

É importante esclarecer que essa cotação acomoda o total de recursos que captados por todos os candidatos, ou seja, não significa, necessariamente, o quanto foi gasto pelos mesmos nesses 44 dias de campanha eleitoral.

Se levamos em conta somente o patrimônio arrecadado pelos dez candidatos ao Governo do Piauí que consta no site do TSE, temos uma movimentação de R$ 5.793.904,15 nesse intervalo de campanha eleitoral. Se nos atentarmos para os 18 candidatos a senadores, notamos que eles são responsáveis por R$ 6.465.232,49 do montante total arrecadado até o momento.

Despesas de candidatos ultrapassam R$ 41 milhões

despesas

Se considerarmos o início da corrida eleitoral, 16 de agosto, os gastos de todos os candidatos aptos a participarem do pleito alcança a marca de R$ 41.161.895,87, que corresponde a soma bruta do valor de todos os gastos de serviços contratados pelos mesmos, é o que afirma o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Dessa despesa, mais de R$ 30.618.019,74 foram pagos com recursos públicos, oriundos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), já os outros R$ 2.689.373,67 foram despendidos com recursos próprios ou de doações. Se considerarmos a diferença entre os compromissos financeiros firmados e os quitados, percebemos que os candidatos ainda acumulam uma dívida de R$ 7.854.502,46.

Tendo em vista todos os dez candidatos a governador do Piauí, as despesas contratadas totalizam, até aqui, R$ 3.527.651,86. Em contrapartida apenas R$ 2.781.022,17 destes encontram-se liquidados, resultando em uma dívida de aproximadamente R$ 476 mil, sendo somente apenas Dr Pessoa (Solidariedade), Sueli Rodrigues (Psol), Romualdo Seno (DC) e Valter Alencar (PSC) não possuem saldo devedor.

É importante salientar ainda que três postulante ao Palácio de Karnak não apresentaram à Justiça Eleitoral o balanço de despesas contratadas e quitadas: Fábio Sérvio (PSL), Lourdes Melo (PCO) e Luciane Santos (PSTU).

portalodia.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas