Casa de Detenção Provisória em Campo Maior terá 160 vagas imprimir publicado em: 11 / 11 / 2016

A nova Casa de Detenção Provisória, que está sendo construída no município de Campo Maior, a 80 km de Teresina, terá capacidade de lotação de 160 vagas e está entrando em fase de conclusão. A previsão da empresa construtora é de que a obra seja entregue até o primeiro trimestre do ano que vem.

penitenciariaA construção da nova unidade penal do Piauí faz parte do programa de estruturação do sistema prisional executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, com a finalidade principal reduzir o índice de superlotação nos presídios e modernizar sistema penitenciário estadual, garantindo humanização e segurança.

Dentro do programa, também está sendo construída uma nova penitenciária em Altos, a cerca de 20 km da capital. O presídio, que fica ao lado da Colônia Agrícola Major César Oliveira e da Casa de Detenção Provisória de Altos e cujas obras já foram iniciadas, terá capacidade de mais 600 vagas.

De acordo com o secretario de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, as obras vão, de fato, ajudar a reduzir o excedente prisional, embora, para o gestor, seja “fundamental avançar, também, na diminuição do índice de aprisionamento e na adoção políticas voltadas à aplicação de medidas e penas alternativas à prisão”.

“As novas penitenciárias serão modernas e adequadas à execução eficiente dos parâmetros de segurança, humanização e ressocialização”, observa o secretário de Justiça, que, na manhã desta quinta-feira (10), visitou as obras do nova Casa de Detenção em Campo Maior.

A nova penitenciária terá dois pavilhões; 47 celas; módulos de ensino, visita e vistoria; consultório odontológico; além da parte administrativa e médica. Trabalham na obra 73 operários. A unidade vai custodiar presos provisórios e terá padrões de segurança das Casas de Detenção de Altos e de São Raimundo Nonato, presídios de segurança máxima.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Esporte

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas