CBF desrespeita seu próprio regulamento ao adiar partida imprimir publicado em: 31 / 08 / 2011

ganso santos

Com Neymar e Paulo Henrique Ganso (foto), além de Danilo na seleção, Santos consegue adiamento

Ao anunciar, nesta terça-feira (30), o adiamanto do jogo Santos e Botafogo, programado anteriormente para o próximo domingo, pela 21ª rodada do Brasileirão, a CBF desrespeitou o seu próprio Regulamento Geral de Competições, no Artigo 16, que diz o seguinte:

Art. 16 – Quaisquer modificações nas tabelas das competições somente poderão ocorrer se autorizadas e publicadas pela DCO (Departamento de Competições da CBF) em um prazo não inferior à 10 dias anteriores à da data da programação da partida em foco.

§ 1° – As solicitações deverão ser encaminhadas através de ofício dirigido à DCO, para a sua análise e aprovação, dele constando as razões alegadas para a modificação.

§ 2° – O prazo estabelecido no caput do presente artigo não se aplica aos casos de modificações decorrentes de decisão judicial, ou de motivos de força maior quando óbvia e efetivamente reconhecidos como tal.

A transferência da partida foi contestada pela Ferj (Federeção de Futebol do Estado do  Rio de Janeiro). Em nota, o presidente da entidade, Rubem Lopes, afirma que decisões como essa “desequilibram o Campeonato Brasileiro e prejudicam principalmente os clubes cariocas e nesse caso, em especial, o Botafogo”. No final do texto, Lopes reforça a questão do regulamento da CBF: “Vale ressaltar que a referida convocação aconteceu no último dia 18 de agosto e o aviso foi emitido a cinco dias da data original do jogo”.

O Santos pediu o adiamento, por não ter Neymar, Paulo Henrique Ganso e Danilo na seleção brasileira, que fará o amistoso contra Gana, segunda-feira, em Londres. O Botafogo não contaria apenas com o goleiro Jefferson.

Com mais essa decisão, o Santos agora conta com cinco partidas remarcadas neste Campeonato Brasileiro. No início, a CBF permitiu que o clássico com o Corinthians fosse adiado por causa da final da Copa Libertadores. O time santista alegou que seus jogadores teriam um desgaste excessivo.

Depois, o Santos voltou a reclamar de não poder usar seus principais jogadores por conta da convocação para a Copa América. A CBF concordou, mais uma vez, com os argumentos do clube e adiou mais três partidas, desta vez contra América-MG, Fluminense e Grêmio.

Santos e Grêmio seguem com um jogo a menos em relação aos demais participantes. Apesar do fim do primeiro turno, os dois times ainda terão uma partida atrasada para cumprir no dia 10 de outubro. A nova data do confronto entre Santos e Botafogo ainda não foi marcada.

uol.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas