Chuvas fazem surgir buracos nos calçadões à margem do Rio Poti imprimir publicado em: 10 / 04 / 2018

buracoAs chuvas constantes das últimas semanas abriram uma cratera de cerca de 6 metros de largura e cinco de profundidade no calçadão da Avenida Marechal Castelo Branco, no bairro Ilhotas, Centro de Teresina. O buraco compreende toda a área da calçada, e ameaça alcançar o asfalto. O local foi isolado e equipes da SDU (Superintendência de Desenvolvimento Urbano) Centro-Norte iniciaram a retirada de entulhos em caráter emergencial.

O buraco surgiu devido a uma forte erosão que se abriu em um ponto onde há uma galeria, que despeja resíduos no Rio Poti. As erosões são causadas pelas chuvas mesmo com a presença da mata ciliar, a vegetação que cobre as margens do rio.

Com o solo fragilizado e úmido, a ameaça de que novos pontos da avenida venham a ceder é constante. A erosão já se inicia em outro ponto da Avenida Marechal Castelo Branco, a menos de 50 metros do buraco maior, e pode continuar avançando.

De acordo com o biólogo Ribamar Rocha, não basta apenas recompor a mata ciliar para proteger as margens do rio: é preciso que haja manutenção constante no calçadão. “Se tivesse sido feita a manutenção esses pontos de erosão não chegariam ao estágio em que estão atualmente”, disse Ribamar.

Equipes das gerências de serviços urbanos e obras foram ao local e iniciaram a retirada de entulhos de dentro do buraco em caráter emergencial. A empresa que tem contrato com a SDU para realizar reparo em vias já foi acionada para realizar o reparo, e após o serviço o passeio será reconstruído.

Técnicos do IBAMA devem fazer uma inspeção no local nesta terça-feira (10) para verificar se há risco de desmoronamento.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas