Congresso do PSB reúne desafetos e aliados do governo imprimir publicado em: 21 / 08 / 2017

Wilson Martins e Ciro Nogueira em congresso

Wilson Martins e Ciro Nogueira em congresso

O Congresso Estadual do PSB, reuniu na sede do partido, no Centro de Teresina, muito mais que os filiados do partido. Para lá foram muitos desafetos do atual governo, como o ex-assessor especial de Wellington Dias, João Henrique de Almeida Sousa, e ex-governador Mão Santa, hoje prefeito de Parnaíba, que roubou a cena ao falar do episódio de sexta-feira (18), numa escola municipal, onde ele teria xingado professores e funcionários. Segundo ele por terem liberados os alunos antes das 9h da manhã.

Se tinha adversários, também apareceram pessoas do outro lado, como os dois maiores aliados do Palácio de Karnak, o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, e o presidente do PMDB no Piauí, deputado federal Marcelo Castro. Até quem estaria “em cima do muro”, como o prefeito Firmino Filho (PSDB). Além deles, também deram o ar da graça os presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho e os deputados estaduais Mauro Tapety (PMDB), Robert Rios (PDT), Júlio Arcoverde e B. Sá (PP).

Além do ex-govenador Wilson Martins, presidente do PSB no Piauí, o congresso contou ainda com a presença de deputados federais e estaduais do partido, como Átila Lira e Rodrigo Martins e Wilson Brandão e Rubem Martins.

“Eu fico daqui acompanhando o que o senador Ciro está fazendo e fico pensando: coitado do Piauí se não fosse o senador Ciro Nogueira. O senhor trabalha sozinho lá no Senado. Eu pelejei para entrar, agora o senhor está tendo que trabalhar lá sozinho”, disse Wilson Martins, ao discursar.

O senador agradeceu o carinho e disse que respeita muito a história de um partido como o PSB no Piauí e afirmou que tem ajudado todos os prefeitos do partido.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas