Construção civil demitiu 10% dos empregados no PI em 2015 imprimir publicado em: 04 / 01 / 2016

construçãoO setor de construção civil do Piauí encerrou o ano de 2015 com a demissão de pelo menos 10% dos 40 mil empregados registrados no início do ano. Segundo o presidente do Sindicato da Construção Civil do Piauí (Sinduscon), André Baía, pelo menos 4 mil funcionários foram demitidos e não foram repostos ao longo do ano.

“[2015] não foi um ano bom. Tivemos problemas na parte do crédito na habitação, com falta de recursos da União para a faixa 1 do [Programa] Minha Casa Minha Vida; e também na falta de investimentos em infraestrutura, por conta do ajuste fiscal”, analisa Baía. Ele lembra que habitação e infraestrutura são as duas grandes vertentes da construção civil. A taxa de juros Selic prejudicou também o lançamento de empreendimentos destinados às classes média e alta, pois o juro encarece os financiamentos. Como o crédito habitacional é a longo prazo, qual subida da Selic faz um grande diferença, explica o empresário.

Para 2016, o Sinduscon espera uma pequena melhora, já que o novo ministro da Fazenda, Joaquim Barbosa, prometeu reformas no Estado brasileiro. “Fiquei esperançoso com as falas dele com reforma. O Estado brasileiro não cabe mais no PIB brasileiro. Para isso tem que ter reforma, todas as mudanças que o Brasil teve no passado foram através de reformas”, conclui.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas