Contas falsas russas gastaram US$ 100 mil em anúncios políticos, diz Facebook imprimir publicado em: 07 / 09 / 2017

facebookO Facebook informou nesta quarta-feira (6) que 470 contas falsas operadas da Rússia gastaram cerca de US$ 100 mil para divulgar anúncios políticos na rede social nos últimos dois anos.

As revelações da rede social fazem parte de uma investigação interna para esclarecer como os anúncios na plataforma foram usados pela Rússia para influenciar as últimas eleições norte-americanas, vencidas pelo candidato republicano Donald Trump.

O comunicado foi divulgado pelo chefe de segurança do Facebook, Alex Stamos. Ele afirmou a rede a rede social identificou entre junho de 2015 a maio de 2017 aproximadamente 3 mil anúncios nas páginas do Facebook que violavam suas condições de serviço.

Stamos esclareceu que a grande maioria destes anúncios não se referia especificamente às eleições dos Estados Unidos ou a algum dos seus candidatos. Indicou que pareciam “focar-se em espalhar mensagens sociais e políticas divisórias” sobre temas:

 

    raciais;
    de imigração;
    acesso às armas de fogo;
    questões sobre a comunidade LGBT.

 

Segundo Stamos, os detalhes da investigação foram compartilhadas com as autoridades norte-americanas que averiguam o caso.

A proliferação de notícias falsas e seu suposto impacto no resultado das eleições dos EUA levou o Facebook, uma das plataformas digitais mais relacionadas com este controverso fenômeno, a desenvolver e aplicar nos últimos meses novas ferramentas para filtrar as mentiras na internet.

EFE


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas