Correios lançam novo edital para iniciar oferta de telefonia celular imprimir publicado em: 26 / 01 / 2016

correiosOs Correios anunciaram que lançaram um novo edital para tentar tirar do papel o projeto de explorar os serviços de telefonia móvel como operadora virtual, chamada de MVNO (Mobile Virtual Network Operator). Nesse formato, a estatal usará a infraestrutura de uma operadora contratada, porém com chip da marca Correios.

As operadoras interessadas em participar da concorrência têm até o dia 17 de março para enviar propostas. Para concorrer, a empresa deve estar presente em pelo menos 50% dos municípios brasileiros.

“Após a abertura das propostas, todas as empresas poderão fazer novos lances. Os Correios avaliarão as propostas considerando o somatório do maior valor de remuneração dos chips pré-pagos e do maior percentual de comissão pela venda de recargas realizadas”, informou a estatal.

O valor mínimo previsto para a operação é de R$ 282 milhões, para um período de cinco anos.

Em 2014, os Correios projetavam faturar R$ 1,5 bilhão a partir do quinto ano de operação. A previsão inicial era que o serviço começaria a funcionar ainda em 2014.

A entrada dos Correios no setor de telecomunicações é mas um desdobramento da Lei 12.490/11, que permitiu a diversificação das atividades da estatal e a modernização de seus serviços em meio ao declínio do negócios de entrega de cartas e déficit orçamentário.

A aposta é usar as cerca de 12 mil agências instaladas em todo o Brasil para levar o novo braço de negócios a todos os cantos do país.

A estatal informa que os correios de Portugal, França, Alemanha e Itália já adotam com sucesso essa modalidade de serviço.

Primeira operadora virtual do Brasil a vender planos a consumidores, a Porto Seguro Conecta, por exemplo, iniciou a sua operação fazendo uso das antenas da TIM. Outra operadora virutal existente é a Datora.

G1


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas