Corso de Teresina 2016: segurança será reforçada com 800 policiais imprimir publicado em: 08 / 01 / 2016

Sa JuniorO comandante geral da Polícia Militar do Piauí, Sá Junior, informou que a polícia vai levar 798 policiais para fazer a segurança dos foliões no Corso de Teresina 2016, que será realizado no dia 30 de janeiro, na Avenida Raul Lopes, localizada na Zona Leste. Ele informou que serão, entre motos e viaturas, mais de 100 veículos disponibilizados para também fazerem a segurança, assim como cavalaria e canil da polícia.

“Vamos envolver todas as unidades, os comandos de policiamento da capital, de missões especiais e o CPC, com toda as suas unidades. O que temos de melhor vamos levar para a avenida, seja na água, com o policiamento fluvial junto com os bombeiros e o BPA, seja no policiamento ostensivo”.

Ele destacou que o trabalho não vai afetar o policiamento nos bairros. “Esse pessoal que vai para o corso, a gente puxa do administrativo, das assessorias militares, para que o policiamento nas unidades dos bairros não sofra nenhuma mudança e as viaturas continuem normalmente.

A polícia está analisando a necessidade de deslocar mais 90 policias da Força Nacional e todos os alunos do Centro de Formação e Aperfeiçoamento (Cefap)  para reforçar o policiamento no local.

“Estamos planejando fazer no mínimo dez elevados em toda a avenida para colocar policiais, levar mais duas câmeras de monitoramento porque na Raul Lopes só possui uma, também queremos fazer um observatório no mirante da Ponte Estaiada onde os policiais ficaram com binóculos, além do helicóptero da policia que irá sobrevoar a área e dos policias que acompanharam o percurso”,

Nesta sexta-feira (8) está sendo apresentado o plano de segurança para o Corso Zé Pereira 2016 no Palácio da Música, no Centro da Cidade. O secretário municipal de Cultura, Lázaro do Piauí, disse que a segurança será reforçada neste ano. “Nós vamos fazer a maior segurança para o maior curso do mundo”, disse.

Trânsito

O diretor de operações e fiscalização da Superintendência de Transportes e Trânsito (STrans), coronel Jaime Oliveira, disse que com base nas falhas percebidas no ano passado, foi definido que várias vias que foram bloqueadas no dia anterior ao corso não mais serão este ano, por não haver necessidade.

“As avenidas Higino Cunha e Duque de Caxias estarão nos dois sentidos liberadas, diferente do ano passado. O nosso bloqueio irá iniciar a partir da Rua Mosenhor Gil, que fica por trás do SAMIU, paralela a João XXIII. As medidas que adotamos foi no sentido de maximizar a fluidez de trânsito e minimizar os problemas do ano passado”, esclareceu Jaime Oliveira.

Este ano o percurso, com a entrada dos caminhões, não vai mais começar do local antigo no balão entre as avenidas Marechal Castelo Branco e a Duque de Caxias, na zona sul. Jaime explicou que a diferença é de cerca de 80 metros, somente.

“No ano passado os caminhões saíram debaixo da ponte da Primavera, foram até o Atacadão, viraram na rotatória a esquerda e seguiram pela Duque de Caxias virando pela esquerda na Petrônio Portela. Nada disso será necessário pelo estudo que fizemos. Nós retrocedemos para que o primeiro caminhão entre a 80 metros apenas e ele já vai entrar em um retorno pela contra mão a 50 metros, já acessando a ponte”, explicou acreditando que desse modo o tempo de chegada ao percurso em sim vai diminuir muito.

Ele também informou que todas as pontes estarão livres no sábado, dia do Corso, até às 14h. “A partir das 14h nós vamos fechar apenas a ponte Petrônio Portela, da Primavera. Estaiada e JK estarão abertas durante todo o corso. Só não vão poder acessar, os veículos quando estiverem saindo do centro ou da zona norte para a zona leste, as alças da duas pontes, da JK e da Estaiada”, concluiu.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas