Cruzeiro estreia na Copa do Brasil diante do surpreendente Santa Rita-AL imprimir publicado em: 27 / 08 / 2014

reinaldo

Reinaldo Alagoano vai enfrentar o Cruzeiro nesta quarta-feira

No confronto do maior contraste nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Cruzeiro recebe o Santa Rita-AL, às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira, no Mineirão. Enquanto um é líder do Campeonato Brasileiro da Série A (e também o atual campeão da competição) e busca o quinto título na Copa do Brasil, para se tornar o clube com mais títulos da competição, o outro é estreante no torneio nacional e sequer está em uma das quatro divisões nacionais. Dono de um dos maiores patrimônios e de uma das folhas salariais mais altas entre os clubes brasileiros, o Cruzeiro tem pela frente um modesto clube alagoano, que sequer chegou à final do estadual deste ano e gasta apenas R$ 120 mil mensais com salários.

Por ter disputado a Taça Libertadores, o Cruzeiro estreia na Copa do Brasil nas oitavas de final e, apesar do respeito demonstrado ao adversário nas entrevistas, pretende vencer a partida por boa diferença de gols, para deixar a classificação para as quartas de final encaminhada para o jogo de volta, semana que vem, em Arapiraca-AL. Vacinada por eliminações precoces na competição, diante de adversários teoricamente inferiores como Santa Cruz (1997), Paulista (2005) e Brasiliense (2007), a Raposa vai entrar ligada em campo, como promete o volante Lucas Silva.

-Vai ser um jogo bastante perigoso. Eles devem vir bastante motivados. Todo mundo que enfrenta o Cruzeiro quer tirar uma casquinha, quer conseguir alguma coisa. Mas aqui no Mineirão, diante da torcida, a gente se faz muito forte e vamos, se Deus quiser, conquistar mais uma vitória.

Os jogadores do Santa Rita-AL encaram a partida desta quarta como um divisor de águas na carreira. A oportunidade de mostrar serviço contra o atual campeão brasileiro mexe com o grupo, que promete compensar a diferença técnica entre os times com muita disposição. O time de Boca da Mata sonha repetir os feitos de CSA (1992) e Corínthians-AL (2008) e chegar às quartas de final da Copa do Brasil.  O treinador Eduardo Neto destaca a força do adversário, mas aposta no imponderável para surpreender a Raposa em Belo Horizonte.

– O Cruzeiro é um gigante nacional. Campeão brasileiro, líder com folga do nacional deste ano, clube de estrutura invejável. Mas em se tratando de futebol nada é impossível. Pelas condições que dispõe, o Santa Rita marcou sua história com essa campanha. Daqui para frente, não penso na minha carreira, penso na chance que esses jogadores de qualidade e personalidade têm para chegar a um grande clube. Eles merecem.

A arbitragem da partida fica a cargo do maranhense Ranilton Oliveira de Souza. Ele será auxiliado pelo cearense Thiago Gomes Brigido e pelo paraense Marcio Correia Dias.

globoesporte.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas