Permissionários abandonam quiosques na Curva São Paulo imprimir publicado em: 20 / 10 / 2017

Em situação de abandono, o balneário Curva São Paulo, localizado no bairro São Sebastião, zona Sudeste de Teresina, foi esquecido pela população devido aos problemas estruturais. Atualmente, de 48 boxes, apenas quatro funcionam de segunda a sexta-feira. Nos finais de semana, são apenas dez.

Curva São Paulo

Construído para ser um ponto turístico da cidade, hoje o cenário é de sujeira e muito mato, onde antes funcionavam várias barracas. O interesse do público e dos próprios permissionários diminuiu após as enchentes que atingiram o local em 2008.

 Curva São PauloUma das permissionárias que ainda está locada no balneário é Antônia Maria do Nascimento, conhecida como Tunica. Ela conta que os banheiros não funcionam e são utilizados por usuários de drogas. “Uma limpeza é feita a cada 15 dias. O que afasta os clientes são os boxes fechados. As pessoas pensam que a Curva São Paulo está fechada.

Para a permissionária, a reativação dos quiosques já seria benéfica para aumentar a movimentação. Além disso, Tunica acredita que uma maior divulgação atrairia mais clientes. “A gente está numa situação tão difícil. O dinheiro que a gente consegue é pra comer e pagar contas”, fala.

O autônomo Juliano Campos é frequentador do local desde sua inauguração, em 2006. Ele aponta que o problema é o descaso após as enchentes, além da insegurança. “A prefeitura vem aqui, promete um monte de coisa, mas não cumpre. Antigamente vinha até excursão para cá. Hoje em dia, quem quer? Se tivesse muito investimento, ajeitarem as barracas, seria o melhor lugar pra vir. A gente não tem praia e aqui é um ponto turístico. Esses lugares deveriam ser valorizados”, critica.

Da mesma forma, o permissionário Edivaldo Silva reclama da insegurança no balneário. Para ele, a presença de um policiamento mais ativo durante o dia já contribuiria para chamar atenção das pessoas. “Tem muita gente que gosta daqui, mas não fica por causa da situação de descaso”, lamenta.

Por meio de nota, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste (SDU/Sudeste) informa que está sendo elaborado um projeto de reforma dos banheiros, recuperação do piso externo e da cerca da Curva São Paulo.

Uma licitação para a obra foi realizada, mas nenhuma empresa teria manifestado interesse e o processo está sendo refeito.

Em relação à manutenção das barracas, a nota afirma que é responsabilidade dos próprios permissionários.

 

 Curva São Paulo

 

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas