Débito entre Agespisa e Eletrobras faz moradores ficarem sem água imprimir publicado em: 02 / 01 / 2016

Os moradores do Conjunto Vila Nova e do bairro Nova Teresina, Zona Leste da capital piauiense, vivem o dilema da falta d’água diariamente. O problema vem se agravando em virtude de um possível débito da Agespisa junto a Eletrobras Piauí, que tem dificultado a instalação de um transformador para fazer com que o poço tubular funcione regularmente.

No bairro, o problema é constante por conta de um impasse. O poço tubular que abastece às residências não tem alguma proteção e o gerador colocado para fazer a bomba funcionar está desligado. Outro problema é o transformador instalado há 30 dias e que ainda não entrou em funcionamento.

Quase que como um milagre, nesta sexta-feira (1º) caiu algumas poucas gotas de água nas torneiras do garçom Cézar de Sousa. “Chegamos, muitas vezes, em casa às 18h e não tem água para tomar banho e temos que ficar esperando até a madrugada chegar pra saber se vai vir alguma coisa de água”, relatou o morador do bairro Nova Teresina.

Os moradores já pediram providências para o caso à Eletrobras Piauí e à Agespisa. “No dia 04 de novembro de 2015 fizemos o requerimento pedindo a ligação do transformador. A Eletrobras não liga, pois diz que a Agespisa está em débito com a empresa”, afirmoi Gilvan Santos, presidente da Associação dos Moradores da Vila Nova.

A Agespisa afirmou em nota que o gerador teve problemas na última quarta-feira (30) e que os moradores terão que esperar fazer com que a água chegue aos reservatórios e a situação seja regularizada. Sobre o débito com a Eletrobras Piauí, o órgão preferiu não se pronunciar.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

,

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas