Defesa Civil de Picos monitora imóveis no período chuvoso imprimir publicado em: 20 / 12 / 2016

defesaA Defesa Civil de Picos , a 310 km ao Sul de Teresina, mantém sob monitoramento mais de 300 imóveis em bairros da cidade considerados de risco. As chuvas constantes que atingem a região nesse período é motivo de alerta. De acordo o coordenador do órgão, Oliveiro Luz, os bairros monitorados são Paroquial, São Vicente, São José, morro da AABB, DNER e Passagem das Pedras.

 “Para evitar tragédias, o órgão está realizando um trabalho preventivo nessas áreas e conta com a colaboração dos moradores. Nesse ano ainda não tivemos desabamentos, mas estamos fazendo o monitoramento nessas áreas, totalizando mais de 300 imóveis. A ocorrência mais registrada é deslizamento de encostas”, contou.

Ainda segundo o coordenador da Defesa Civil, Picos está localizado entre o Rio Guaribas e um grande morro e pode ocorrer enchentes com chuvas de grandes volumes.

“O nosso rio está muito aterrado, com construções na sua margem. Além desse fatos, tem também a questão da cidade ser rodeada por morros. Se ocorrer uma forte na região, a cidade pode ficar debaixo de água”, alertou.

Segundo a medição da Defesa Civil de Picos, a primeira chuva ocorrida ainda nesse mês de dezembro foi de 36 milímetros, causando uma certa preocupação para o órgão, mas nenhuma ocorrência foi registrada.

Histórico de deslizamento
Em janeiro desse ano uma forte chuva que durou quase 10 horas provocou o desabamento de casas e deslizamento de terra na cidade de Picos, a 310 km ao Sul de Teresina. Segundo a Defesa Civil, os bairros mais atingidos foram Morada do Sol, Cidade de Deus, Paroquial e DNER. Não houve registro de feridos.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Esporte

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas