Defesa Civil monitora 11 cidades por risco de inundações imprimir publicado em: 11 / 04 / 2018

rioPelo menos 11 municípios continuam sendo monitorados pela Defesa Civil Estadual por conta das chuvas que têm caído sobre o Piauí nas últimas semanas e seis encontram-se em alerta. A informação é do secretário Vitorino Tavares, que está em José de Freitas, acompanhado do governador Wellington Dias, conferindo o trabalho de rebaixamento do nível da água e vistoria na Barragem do Bezerro. “Para cada município está indo em torno de 20 bombeiros e 40 homens do exército e estas equipes vão ser subdivididas a critério das Prefeituras e defesas civis municipais”, explica Vitorino.

As famílias que tiveram que deixar suas casas por causa dos riscos de rompimento foram encaminhadas para o CAIC de José de Freitas e estão sendo assistidas por cinco equipes da Força Tarefa. O nível de rebaixamento da água já passou dos 59 centímetros, mas mesmo assim o alerta continua.

Nível do Poti e do Parnaíba preocupam

Não só cidades do interior do Piauí estão sob alerta por risco de inundação devido às cheias dos rios. Em Teresina, a Defesa Civil Municipal está monitorando a subida da água no Poti e no Parnaíba. “O Poti, por exemplo, ele aumenta de nível por causa das chuvas no Ceará e como ele deságua no Parnaíba, o nível deste outro também acaba subindo”, explica o tenente Sebastião Domingos.

O que também está sendo monitorado pelo poder público é a abertura das comportas da Barragem de Boa Esperança, que libera água para o Rio Parnaíba e faz com que ele suba de nível rapidamente. Está sendo dada atenção especial às populações ribeirinhas que vivem ao longo dos dois rios.

Em Luzilândia, o Rio Parnaíba já superou a zona de alerta e se aproxima da zona de inundação. O controle é feito em todas as comunidades ribeirinhas localizadas após a Barragem de Boa Esperança até o desembocar em Parnaíba. Além deste, os municípios de Buriti dos Lopes, Piracuruca, Esperantina, Barras e Batalha.

portalodia.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas