Delegada conclui por homicídio doloso morte em colisão na BR-343 imprimir publicado em: 14 / 12 / 2016

carroA delegada de trânsito, Cassandra Moraes Sousa, apresentou nesta quarta-feira (14) parecer pelo indiciamento do motorista André Luis Borges Martins por homicídio doloso na colisão que matou a técnica de enfermagem Milena Amanda Nery da Silva. Na mesma ocasião, o noivo de Milena Nery, Francieldo Pereira da Silva e outras duas pessoas ficaram feridas. O inquérito segue agora para o Ministério Público Estadual (MPE) que pode acatar ou não o parecer.

André Luis Borges Martins também ficou ferido e permanece internado no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina.

No parecer, a delegada concluiu que houve homicídio doloso e também lesão corporal grave. “A delegada que preside o inquérito deu parecer apontando as causas e pediu o indiciamento. Agora segue para o Ministério Público para apreciar os autos e analisar as provas”, explicou o advogado Eudes Alves, tio de Francieldo Pereira da Silva.

Eudes Alves enfatizou que o inquérito levou em conta a embriaguez do motorista e também as manobras realizadas por André Luiz Borges Martins na BR-343, onde a colisão foi registrada. “Foi um relatório baseado nos depoimentos das testemunhas do carro do motorista, resultado da perícia da Polícia Civil e no relatório da Polícia Rodoviária Federal”, afirmou o advogado. André Luis Borges Martins teve prisão preventiva decretada pela Justiça.

O juiz Thiago Aleluia Ferreira de Oliveira, que decidiu pela prisão preventiva, também considerou a prática de homicídio doloso. “Entremostra-se a prática de crime de homicídio consumado em dolo eventual, uma vez que fora praticado em embriaguez ao volante”, afirmou a decisão do juiz.

Caso o Ministério Público aceite o relatório da delegada Cassandra Moraes Sousa é possível que o suspeito seja julgado por júri popular. “Se o Ministério Público aceitar o relatório, oferece a denúncia e caberá ao juiz acatar ou não. Se acatar, o julgamento será pelo júri popular”, relatou Eudes Alves.

vitimasColisão
No dia 4 de dezembro, a técnica de enfermagem Milena Amanda Nery da Silva, 24 anos, morreu após o veículo em que estava com o noivo Francieldo Pereira da Silva ser atingido pelo veículo em que estavam André Luiz Borges Martins e mais duas pessoas na BR-343.

“Informações dos patrulheiros, com base no relato das vítimas, ele vinha fazendo zigue-zague na pista e se chocou com esse outro veículo. Os patrulheiros também informaram que ele estava embriagado”, falou o delegado Antonio Marques Filho, que fez prisão em flagrante do motorista.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas