Deputados criticam pagamento de auxílio-moradia a magistrados imprimir publicado em: 16 / 11 / 2016

RiosA decisão do Tribunal de Justiça do Estado de realizar o pagamento retroativo de R$ 217 milhões de auxílio-moradia a magistrados piauienses, ativos e inativos, foi criticada hoje(16) por parlamentares estaduais no espaço destinado aos pequenos avisos da sessão plenária. O deputado Robert Rios (PDT) conclamou o Governo do Piauí a reagir contra a decisão.

Robert Rios disse que o Brasil passa por uma crise financeira que atinge o Piauí e que o Governo estadual tem dificuldades para manter em dia o pagamento da folha de pessoal e outros compromissos, “por isso entendo que essa decisão é uma forma de tripudiar sobre a nossa população. Trata-se, portanto, de um crime de lesa-pátria e não podemos aceitar isso”.

O deputado Dr. Pessoa (PSD) concordou com as críticas do parlamentar pedetista, ressaltando que os Poderes do Estado devem dar bons exemplos à população. Ele lamentou que dezenas de políticos brasileiros estejam envolvidos em atos de corrupção, assinalando que eles deveriam trabalhar em benefício da população, mas “só olham para os próprios umbigos”.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Biocentro

últimas