Detentos do Piauí participam de revisão do Enem neste sábado (27) imprimir publicado em: 25 / 08 / 2016

enemA Secretaria de Justiça (Sejus) e a Secretaria de Educação do Piauí (Seduc) realizam, neste sábado (27), das 8h às 13h, a revisão geral do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional 2016. Ao todo, 100 detentos oriundos das penitenciárias Irmão Guido, Feminina de Teresina, Casa de Custódia de Teresina e Colônia Agrícola Major César Oliveira participarão da revisão, que acontecerá no ginásio da Casa de Custódia. Esta é a segunda revisão do Enem realizada no sistema prisional pelo Governo do Estado – a primeira aconteceu em novembro de 2015.

Serão ministradas seis disciplinas na revisão do Enem: Biologia, Redação, Matemática, Linguagens, Química e Física. Segundo a Coordenação de Ensino Prisional da Sejus, outra revisão do Exame deve ser realizada antes das provas – a Secretaria aguarda o lançamento do edital do Enem para definir a data. Durante a revisão, os internos serão separados de acordo com as respectivas unidades das quais fazem parte e uma equipe de segurança foi montada para assegurar a ordem no local.

O material utilizado na revisão do Enem para pessoas privadas de liberdade no sistema prisional é fornecido pela Secretaria de Educação do Estado e é o mesmo das revisões gerais aplicadas pelo órgão. Através do Exame, além de ingressar em um curso superior, os detentos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) podem obter o certificado de conclusão do Ensino Médio.

Os detentos que passam para cursos superiores precisam pedir autorização à Vara de Execuções Penais para cursar. De acordo com a Lei de Execução Penal, a cada 12 horas estudadas enquanto privado de liberdade, o detento tem direito a um dia de redução da pena, incluindo as horas estudadas em instituição de ensino superior.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é responsável pela elaboração do exame, que será aplicado nas próprias unidades prisionais, em salas de aula contendo, no máximo, 36 detentos. A expectativa da Secretaria de Justiça é inscrever 500 internos para o Enem deste ano, o dobro de inscritos em 2015.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Uniao - Julho

últimas