Detran desiste de cobrar taxa de R$ 200 para emissão da CNH digital imprimir publicado em: 09 / 05 / 2018

cnhO Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Piauí decidiu extinguir a taxa que seria cobrada para a emissão da CNH digital. Levantamento publicado na terça-feira (8) mostrou que apenas Goiás e Piauí cobravam pelo serviço, enquanto em outros era gratuito. O valor de mais de R$ 200 foi alvo de críticas nas redes sociais. O órgão informou que se pronunciará apenas por meio de nota.

O Detran informou que, a partir de agora, a emissão da CNH eletrônica ocorrerá sem nenhum ônus para os condutores porque os serviços serão executados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Pelo menos 100 pessoas, segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), tiveram o documento emitido no Piauí. O Detran informou, contudo, que não será necessário ressarcir os condutores, pois ninguém chegou a pagar a taxa pela CNH-e. Isso porque todos já possuíam o certificado digital, uma assinatura eletrônica com a mesma validade da assinatura física, que possibilita realizar operações pela internet. Esses, então, solicitaram a CNH digital de forma gratuita, conforme previsto pelo Denatran.

Como era
A taxa de emissão do documento eletrônico era de R$ 207 para categoria A (motociclistas) e R$ 222,07 para as demais categorias. Havia ainda uma cobrança prevista para a renovação do documento, no valor de R$ 153,97 a ser paga a cada cinco anos. No total, o valor para renovação da versão física e da digital custaria R$ 325,05.

O diretor geral do Detran no Piauí, Arão Lobão, havia informado que o valor tinha relação com os custos do serviço. O órgão informou que, agora, se pronunciará apenas por meio de nota.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas