Diretoria do Timão acerta com novo patrocinador e analisa “limpa” imprimir publicado em: 16 / 03 / 2017

corinthiansO Corinthians já vislumbra mudanças na equipe para o Campeonato Brasileiro e prepara o anúncio de um novo patrocinador para esta quinta-feira, antes da partida contra o Luverdense, pela terceira fase da Copa do Brasil. Com dificuldades financeiras, o clube espera assegurar novas verbas até dezembro e começar a diminuir o inchaço de atletas no elenco, hoje com 40 nomes à disposição do técnico Fábio Carille.

Sem informações oficiais, o que se sabe é que o Timão acertou com uma empresa ligada ao ramo das telecomunicações, tanto que promoveu uma ação de marketing durante a entrevista coletiva do meia Rodriguinho na última quarta-feira. Em meio a uma resposta, o celular do armador tocou, com hino do clube, e ele encenou uma conversa. “Vai ter novidade amanhã (quinta)”, brincou o jogador.

Com acordo definido com a Caixa Econômica Federal até abril deste ano, o Timão pode até anunciar um novo patrocinador master. O mais provável, porém, é que o nome misterioso corresponda a uma parte “menor” do uniforme, como as costas ou a barra da camisa. O dinheiro, porém, é o mais importante no atual momento do clube do Parque São Jorge.

Na parte do elenco, quem inaugurou a “limpa” foi o volante Cristian, afastado pela diretoria por conta de algumas desavenças internas levadas a público. Sem rescindir contrato, o meio-campista trabalhará separado do restante do elenco e já sabe que pode buscar um novo clube. Nomes como os jovens Ameixa, Rodrigo Figueiredo e Luidy devem ser emprestados para ganhar experiência.

“Eu disse em outras ocasiões que não ia fazer limpeza, dispensa em massa, e não há jogadores que saíram que não conversamos. Em relação ao Cristian, não vai ser diferente. Ele tem contrato. Se aparecer alguém procurando por ele, vamos conversar”, disse o diretor de futebol Flávio Adauto, que exaltou o comportamento de outros jogadores “encostados” neste início de ano.

“Não vamos tratar com nenhum ressentimento nem nada. Temos outros jogadores que tem tido outro comportamento. O Mendoza, por exemplo, não está jogando, mas está se dedicando. Não vamos truncar qualquer possibilidade para a carreira do jogador. Pelo contrário: o que puder ser feito vamos fazer para ajudar”, concluiu Adauto.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas