Dois são presos por tentarem jogar celulares em presídio no PI imprimir publicado em: 27 / 09 / 2016

celularesDuas pessoas, uma de 31 anos e outra de 37, foram presas nesta terça-feira (27) tentando jogar celulares, baterias e pilhas para dentro da Casa de Custódia, em Teresina. Entre os presos está uma mulher. Conforme a Secretaria de Justiça (Sejus), as prisões aconteceram na parte de trás do presídio.

Ainda segundo o órgão, um dos presos atuava como mototaxista e tentava fazer o envio de drogas e celulares para dentro da Casa de Custódia. Do mês de julho para cá, foram feitas cinco prisões de pessoas com a tentativa de repassar objetos ilícitos para dentro da Casa de Custódia.

Os dois foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Teresina. Por conta do ocorrido, a Secretaria de Justiça informou que vai continuar reforçando os procedimentos nas áreas de segurança e inteligência para impedir a entrada de objetos nas unidades prisionais do Estado.

Outros casos
Em agosto, um jovem de 24 anos foi preso enquanto tentava entrar na Casa de Custódia com 22 pilhas na sola do seu chinelo. As pilhas seriam utilizadas pelos detentos para carregar baterias de celular. Para armazenar as pilhas, o rapaz fez um corte na sola da chinela e as colocou dentro do buraco.

Só no mês de julho, pelos menos seis mulheres foram presas em todo o Piauí ao tentarem entrar em presídios com drogas e materiais proibidos escondidos nas partes íntimas neste ano de 2016, segundo informou a Secretaria de Justiça.

Em junho, uma mulher foi presa ao tentar entrar na Casa de Custódia com 10 baterias de aparelhos celulares escondidas nas partes íntimas. A mulher foi presa após uma revista pessoal de rotina aos visitantes.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas