Dona do Google encerra projeto que usava drones para levar internet imprimir publicado em: 12 / 01 / 2017

droneA Alphabet, empresa dona do Google, afirmou que desistiu de trabalhar em um projeto de conexão à internet de áreas distantes usando aeronaves remotamente controladas, os drones. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (11) à agência de notícias France Presse.

O projeto, iniciado após a compra da Titan Aerospace, consistia em usar drones para transmitir sinal de internet via laser. Ele fazia parte do Google X, uma divisão da empresa que trabalha na criação de novas tecnologias.

“O time do Titan foi trazido para o X no fim de 2015”, afirmou um porta-voz da Alphabet à AFP. “Encerramos nossa explosão de drones de alta altitude para acesso à internet pouco depois.”

A equipe que trabalhava com drones, segundo esse executivo, foi realocada. Parte dela passou a trabalhar no Wing, outro projeto do Google para levar internet a lugares remotos pelos ares. Só que, em vez de drones, a conexão é transmitida com balões.

Outra parte dos ex-funcionários do Titan passaram a trabalhar no Projeto Wing, de entrega de produtos com drones.

O fim do Titan ocorreu pouco depois da criança da própria Alphabet. Em agosto de 2015, o Google anunciou a criação da empresa-mãe, a maior reformulação em sua história. Com isso, cada uma de suas áreas de negócio passou a ser uma subsidiária da Alphabet. Sob a empresa guarda-chuva estão, por exemplo, o próprio Google e o Google X.

G1


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas