Donos do YouTube-MP3 concordam em tirar site do ar imprimir publicado em: 05 / 09 / 2017

youtubeOs responsáveis pelo site YouTube-MP3 entraram em acordo com a indústria fonográfica e concordaram em tirar do ar a página usada para converter do YouTube em arquivos em MP3.

O acordo privado foi ajuizado no Tribunal de Justiça da Califórnia, informou o site TorrentFreak.

Philip Matesanz, dono do site, aceitou os argumentos da Associação Americana da Indústria da Música (RIAA, na sigla em inglês) de que a ferramenta era uma plataforma para a disseminação de infrações aos direitos autorais.

A RIAA representa selos como Warner Bros. e Sony Music

Para a indústria, sites como o YouTube-MP3 são ameaças tão sérias quanto as tradicionais páginas de conteúdo pirata.

A preocupação fez a RIAA entrar com uma ação contra o site no ano passado. A acusação era de que o site cometia várias infrações à propriedade intelectual, além de driblar o controle do YouTube para proteger conteúdo com direito autoral.

Ambas as partes decidiram fechar um acordo nesta terça-feira (5), o que colocou fim à disputa.

Os detalhes não são públicos, mas os operadores do site foram proibidos de gerenciar qualquer plataforma que realize a conversão de vídeos em arquivos de áudio. Eles terão ainda que transferir o domínio do site para as gravadoras.

Também terão que pagar uma quantia em dinheiro, cuja soma não foi revelada.

G1

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas