Dublador de Jaspion vira ‘japonês da federal’ em novela da Globo imprimir publicado em: 29 / 07 / 2016

JaponesEm “Haja Coração”, a polícia interrompeu o casamento de Rebeca (Malu Mader) e Pedro Bertolucci (Othon Bastos) e prendeu o milionário no capítulo desta quinta-feira (28). Um dos agentes é japonês e disse para o padre: “Estamos no meio de uma operação policial”. Ao ricaço, ele falou: “O senhor está preso por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha”, para espanto da noiva.

A cena chamou a atenção pelo policial lembrar Newton Ishii, o famoso “japonês da federal” da Operação Lava Jato. Curiosamente, o “japonês da federal” da novela das sete da Globo é Carlos Takeshi, mais conhecido como dublador de Jaspion, personagem da série japonesa que fez sucesso nos anos 1980.

Carlos Takeshi gravou a novela na última sexta (22) e publicou uma foto vestido de “japonês da federal” em seu perfil no Facebook: “Haja Coração! Participação pequena com recompensa enorme. Valeu pelo prazer de ter contracenado com o grande Othon Bastos. Temos que reverenciar quem faz a história da arte nesse país. Não fiz selfie, certos momentos guardo para mim. Quem quiser ver que assista a novela”.

Coincidência ou não, o ator também acabou com o casamento de Rebeca em “Sassaricando” (1987), novela que inspirou “Haja Coração”. Na cerimônia, Leonardo (Diogo Vilella) queria acabar com o sogro, Aparício (Paulo Autran), e contratou um especialista em venenos, interpretado por Takeshi. Ele se infiltrou como garçom para envenená-lo, mas quem bebeu a taça foi o noivo de Rebeca (Tônia Carrero), que morreu no altar antes de dizer “sim”.

Além de “Jaspion”, o ator de 56 anos dublou outras produções japonesas, como “Changeman” e “Os Cavaleiros do Zodíaco”. Takeshi atuou nas novelas “Os Imigrantes”, “A Viagem”, “O Rei do Gado”, “O Amor Está no Ar” e “Belíssima”. Ele também foi apresentador do canal de vendas Shoptime.

uol.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas