Em Monsenhor Gil, professores e até vereadores recebem Bolsa Família imprimir publicado em: 22 / 08 / 2016

Bolsa FamiliaCriado em 2004 através da Lei n o 10.836, de 2004, o Programa Bolsa Família deveria atender às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza.

Para fazer jus ao benefício, o beneficiário deve ter uma renda mensal mínima estipulada pela própria lei que creio o benefício. Assim, podem fazer parte do Programa:

– TODAS as famílias com renda por pessoa de até R$ 85,00 mensais;
– Famílias com renda POR PESSOA entre R$ 85,01 e R$ 170,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Ao que tudo indica, essas regras estão sendo quebradas na cidade de Monsenhor Gil. Segundo uma pesquisa no Portal da Transparência, e no portal da Caixa Econômica, várias pessoas em Monsenhor Gil estão recebendo o benefício de maneira ilegítima, uma vez que não possuem as qualidades de beneficiário.

Entres os beneficiários aparecem pessoas com mandatos no legislativo, professores e outros agentes públicos.

Nossa equipe está entrando em contato com os beneficiários no intuito de saber o que eles tem a dizer sobre o recebimento, bem como sobre a ilegitimidade do recebimento.

Só em 2015, uma única beneficiária recebeu aproximadamente R$ 1.400,00, e só no primeiro semestre deste ano (2016), o mesmo beneficiário já recebeu o equivalente a todo o valor recebido no ano passado.

Enquanto isso, centenas de pessoas em estado de pobreza, ou de miséria, continuam sem nenhum auxílio, ou com benefícios cancelados injustamente, como é o caso da dona Ediane Marques, residente na Comunidade Bacuri, que teve seu benefício cancelado sob a alegação de que ela é pensionista do INSS, o que não é verdade.

Recentemente o Ministério Público Federal abriu vários inquéritos civis públicos (Veja Aqui), com portarias assinadas pelos procuradores federais Antônio Cavalcante Oliveira, Carlos Wagner Guimarães, Marco Aurélio Adão e Tranvanvan Feitosa. As apurações acontecem em pelo menos 40 municípios piauienses.

Estamos apurando todas as informações, e nas próximas horas, ou assim que conversarmos com todos os beneficiários (ilegítimos) complementaremos esta matéria, disponibilizando os nomes e valores recebidos pelos mesmos.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas