Em velório, pai diz que estudante de 14 anos morta a tiro foi ameaçada imprimir publicado em: 25 / 08 / 2014

O velório da estudante Danielle Cardoso Diniz, 14 anos, acontece nesta segunda (25), na residência da família, na rua Júlia Paiva, vila São Francisco, zona norte de Teresina.

DanieleDezenas de pessoas, entre vizinhos e amigos de escola da garota foram ao velório. O sepultamento acontecerá ainda esta manhã no cemitério do bairro Buenos Aires. Daniele foi morta com tiro à queima roupa na tarde deste domingo (24).

Segundo o pai da garota, o marceneiro Domingos Álvaro Diniz, a garota foi ameaçada há cerca de uma semana por um grupo de mulheres, que foram até a escola onde a vítima estudava. Porém, não a encontraram.

“Ela namorava um cara que tinha um filho com outra mulher, que a ameaçou. Nesse dia ela tinha faltado. A gente não pode afirmar que foram essas pessoas, mas é a única informação que a gente tem”, disse o pai.

Ainda de acordo com o marceneiro, Daniele estava em uma residência localizada na avenida Jerumenha, bairro Buenos Aires, quando foi assassinada. Ela teria ido ao local com amigas. “Elas com certeza sabem de alguma coisa, mas não quiseram falar. Vamos esperar o trabalho da polícia e queremos que a justiça seja feita”, declarou.

O irmão da vítima, Edinaldo Francisco Carvalho Diniz, pede auxílio da população para encontrar os autores do crime. “Se alguém souber de alguma coisa, por favor informe a polícia para que ela chegue ao autor. A minha irmã é um ser humano, que morreu dessa forma e nós precisamos que haja justiça”, disse.

Cidadeverde.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas