Empresa causa polêmica ao oferecer serviço de limpeza feito por diaristas nuas imprimir publicado em: 30 / 01 / 2017

Uma empresa britânica está causando polêmica ao oferecer serviços domésticos feito por empregadas totalmente nuas.

diarista nuaMas o objetivo da Naturist Cleaners não tem nada a ver com festas e diversão. É um serviço destinado à comunidade naturista, ou seja, para pessoas que ficam mais à vontade ao trabalhar sem roupas.

“Deixamos claro aos clientes que não oferecemos outra coisa”, disse Laura Smith, dona do negócio, em entrevista ao site “El País”.

“Às vezes nos perguntam se oferecemos algo a mais, e simplesmente dizemos que não. As diaristas não usam lingerie sexy, não há elementos eróticos e trabalham pela manhã para evitar que o serviço seja entendido como algo festivo. Queremos clientes que compreendam a ideia do naturismo”, acrescenta.

Para contratar uma diarista nua o cliente precisa obedecer algumas regras: não pode tocá-la, fotografá-la ou filmá-la durante o serviço. Os produtos de limpeza precisam ser fornecido pelos clientes, e as diaristas levam apenas luvas e um sapato.

O site também oferece o serviço de empregadas domésticas com roupas para clientes que prefiram ficar nus. Nesse caso, o preço é mais barato. Enquanto as nuas custam 65 libras (cerca de R$ 250) a primeira hora e 55 libras (cerca de R$ 215) as demais, é preciso desembolsar 25 libras (cerca de R$ 100) para as com roupa na primeira hora e 20 libras (cerca de R$ 80) nas seguintes.

Segundo Smith, o preço mais alto é uma forma de evitar clientes que apenas busquem diversão. Ela também afirmou que treina as funcionárias para perceber e reagir a sinais de perigo.

O serviço atende todo o Reino Unido e é preciso pagar 40% do valor de forma adiantada. O cliente também pode solicitar uma diarista com as características que ele prefira —como mais alta, mais baixa, com mais ou menos idade.

Ao “El País”, Smith contou que teve a ideia de começar o site quando foi fazer uma limpeza na casa de um cliente, que o perguntou se ele podia ficar pelado na residência por ser naturista. Foi quando ela descobriu a prática e percebeu que poderia fazer um negócio voltado a essa comunidade.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas