Empresa-mãe do Google divulga números sobre seu hardware pela 1ª vez imprimir publicado em: 04 / 11 / 2016

alphanetA Alphabet, empresa-mãe do Google, revelou recentemente os seus resultados financeiros para o terceiro trimestre de 2016. Nesses resultados, a empresa fez algo que nunca havia feito antes, de acordo com a Bloomberg: incluiu o seu inventário de hardware como parte de seus ativos.

Essa mudança está relacionada à recente divulgação de toda uma linha de hardware própria do Google, incluindo os smartphones Pixel e Pixel XL. Além deles, a empresa lançou também um roteador/repetidor WiFi, um assistente doméstico, um óculos de realidade virtual e um novo Chromecast. Todos esses produtos entram na categoria recém-divulgada de hardware da empresa.

No entanto, como os resultados divulgados são referentes a toda a Alphabet – e não apenas ao Google – eles incluem também aparelhos menores feitos por outras empresas do grupo, como o termostato inteligente Nest. Por esse motivo, não é possível saber com precisão qual parcela do setor de hardware da Alphabet esses novos produtos do Google representam.

Um estoque de respeito

De acordo com os números divulgados pela Alphabet, seu inventário de hardware representa um ativo de US$ 559 milhões no fim de setembro. Até o fim de 2015, o valor representado por esse ativo era de US$ 491 milhões, segundo o documento. Uma especulação é que, como o inventário de hardware saltou de US$ 491 milhões para US$ 559 milhões, os equipamentos lançados pelo Google esse ano corresponderiam a essa diferença. A empresa, contudo, não comentou sobre isso.

Nos trimestres anteriores, a Alphabet não divulgava o seu inventário de hardware separdamente. Os investimentos da empresa nesse ramo, como os smartphones Nexus. Mas como eles eram feitos em parceria com outras empresas, havia duas diferenças: primeiro, o investimento do Google era menor; segundo, o risco desse investimento ficava compartilhado entre o Google e a empresa parceira.

Com os novos aparelhos lançados pelo Google, no entanto, todo o risco fica na mão deles. Segundo analistas de mercado, esses novos dispositivos ainda podem acabar diminuindo a margem de lucro do Google, por conta do considerável investimento em marketing que eles representam.

Apesar disso, a empresa não divulgou, por exemplo, quantos aparelhos de cada tipo foram vendidos desde seu lançamento.

Olhar Digital


PDF pagePrint page

PARTICIPE

0 comentário Comente agora!

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas