Empresa supera Apple ao oferecer US$ 500 mil por brechas do iPhone imprimir publicado em: 11 / 08 / 2016

Tim CookA Apple anunciou há poucos dias que finalmente passará a recompensar financeiramente quem encontrar falhas de segurança em seus produtos e, embora a companhia ofereça uma quantia grande de dinheiro, seus valores ficam tímidos, se comparados com o que uma outra empresa se propõe a pagar.

Nesta semana, uma companhia especializada em exploração de falhas chamada Exodus Intelligence anunciou que dará até US$ 500 mil a quem hackear o iOS 9.3 — o valor é mais que o dobro do que os US$ 200 mil prometidos pela Apple.

Eles também têm prêmios para quem atacar Google Chrome (até US$ 150 mil), Microsoft Edge (US$ 125 mil), Firefox (US$ 80 mil), Windows 10 (US$ 70 mil), Adobe Reader US$ 60 mil) e Adobe Flash (US$ 60 mil).

Como ressalta o The Verge, não é incomum que empresas privadas tenham programas de recompensas mais atrativos que os dos próprios alvos. No ano passado, por exemplo, uma companhia chamada Zerodium pagou US$ 1 milhão por um método de invasão ao iPhone. E no começo deste ano o FBI investiu a mesma quantia para acessar dados de um smartphone da Apple.

A peculiaridade dessa situação é que a Exodus está tratando abertamente de um mercado que antes corria na obscuridade. Clientes da empresa pagam planos anuais a partir de US$ 200 mil para ter acesso ao seu banco de dados de vulnerabilidades — eles podem ser empresas de antivírus tentando proteger seus próprios clientes, mas também pessoas interessadas em invadir sistemas protegidos.

Olhar Digital


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas