Empresário morre ao cair de torre de quase 20 metros em Acauã imprimir publicado em: 29 / 04 / 2016

acauaUm empresário identificado como Cristino Sousa Paixão, 61 anos, morreu na tarde da quinta-feira (28) após uma torre de quase 20 metros de altura inclinar na zona rural de Acauã, a 463 km de Teresina. Na hora do acidente, ele trabalhava na montagem da estrutura, na comunidade Angical de Cima, e estava posicionado no topo do equipamento. Segundo a polícia, Cristino não usava Equipamento de Proteção Individual (EPI).

O empresário ainda chegou a ser socorrido por um parente, mas ao dar entrada no Hospital Regional Mariana Pires Ferreira, na cidade de Paulistana, a 12 km da Acauã, já estava morto. De acordo com a direção da unidade, o empresário apresentou diversas fraturas pelo corpo e lesões graves que culminaram no óbito.

O capitão Antônio Milton, subcomandante da Polícia Militar em Paulistana, disse que o empresário era bastante conhecido na região e estava sem equipamento de segurança no momento do ocorrido. Segundo o policial, ele já havia descido da torre, mas teve que subir novamente para corrigir uma falha em um cabo.

“Ele trabalhava no ramo de distribuição de internet nessa região. Já tinha descido da torre, mas faltou um detalhe para ajeitar com um cabo que ficou enganchado. Então ele subiu de novo e quando estava lá em cima a torre pendeu para o lado. Como ele é um homem pesado não conseguiu se segurar e acabou caindo”, falou.

A torre na qual Cristino Sousa fazia manutenção era de propriedade da empresa da qual ele era o dono. Pouco tempo depois do empresário cair, a estrutura despencou.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas