Emprestado ao Piauí, Robinho relata tristeza ao sair do River imprimir publicado em: 23 / 01 / 2016

RobinhoO treino é do River-PI, mas a novidade é para o Piauí. O atacante Robinho soube na última quinta-feira que estava sendo emprestado para o Rubro-Anil. Para o jogador, não foi a melhor notícia. Ele confessou uma tristeza por não fazer parte do elenco tricolor na temporada de 2016. Após participar dos últimos jogos do Campeonato Brasileiro da Série D, o ano será bem diferente. Apesar da ousadia característica do atacante, a montagem do time de Zé Teodoro tinha um plano maior para os atletas do ataque. Rhuann foi o primeiro jogador do clube emprestado e defende o Pesqueiro, de Pernambuco.

– As expectativas são as melhores, fui pego de surpresa, mas é o futebol. Vou para lá agora juntar com o grupo que está trabalhando e espero ser feliz por lá – resumiu.

Robinho atuou em poucas partidas pelo River-PI em 2015, uma delas a final da Série D em que atuou nos minutos finais e teve a bola do título, mas isolou a finalização. As oportunidades surgiram, mas a evolução do jogador não atendeu às expectativas da comissão técnica. O atacante não encarou muito bem, mas se mostrou conformado com o empréstimo. Ele afirma que é um movimento natural do futebol.

– Fica um sentimento de um pouco de tristeza, é o futebol, agora é levantar a cabeça, é um novo clube que eu vou e quero ser feliz lá – disse.

Dos males o menor, ao menos no Piauí ele não ficará totalmente por fora. Adama também foi contratado pelo Piauí após ter tido uma experiência no time do River-PI também no ano passado, com Flávio Araújo. Os dois foram companheiros de quarto em 2015 e devem repetir a dobradinha nessa temporada, agora no Rubro-Anil.

– Meu parceiro Adama que está lá e jogamos aqui no ano passado, a gente se entende bem e é um ótimo jogador também, estou indo para lá para fazer parte daquele grupo e vai dá tudo certo – ameniza o atacante.

Aos jogadores restam iniciar a caminhada dentro de uma nova equipe do zero, inclusive buscando conquistar a confiança do treinador. E ao River-PI resta pedir que a lei dos atletas emprestados não se aplique contra os tricolores e que o time de Robinho no próximo encontro não o supere.

globoesporte.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas