Equipe do Vaticano chega ao Piauí para exumar Dom Inocêncio imprimir publicado em: 03 / 02 / 2017

dom inocencioUma equipe especial do Vaticano está na Diocese de São Raimundo Nonato e realiza desde a última quarta-feira (1) o serviço de exumação dos restos mortais de Dom Inocêncio Lopez Santamaria. O corpo está no interior da Igreja Catedral do município a 517 km da capital. O trabalho faz parte do processo autorizado pelo Papa Francisco para a Causa da Canonização e Beatificação do padre.
 
De acordo com Frei Rogério Soares, provincial da Ordem Mercedária do Brasil, o corpo foi encontrado em bom estado de conservação e será exposto no próximo dia 7 de fevereiro durante uma missa na Igreja Catedral.   “Encontramos o corpo em bom estado de conservação, inclusive, com sobrancelhas, anel, o solidéu. Está sendo feito um procedimento para que esses ossos sejam colocados numa urna, para visitação dentro da Igreja Catedral” informou.
 
O fato impressiona pois Dom Inocêncio faleceu em 9 de março de 1958, com 83 anos de idade, ou seja, o corpo do pároco já está enterrado há 59 anos.
 
Segundo o religioso, junto aos ossos exumados será colocado um tecido, pois quando ocorrer a canonização, esse tecido será retirado e se tornará uma relíquia do Santo. A próxima etapa do processo será a coleta de testemunhos. Frei Rogério convoca os fieis para comparecerem na igreja nesta sexta-feira (03), onde serão ouvidos pela equipe do Vaticano. “A partir de amanhã, sexta-feira, as pessoas podem se dirigir ao Centro Diocesano, para dar testemunho, o que viu e ouviu sobre Dom Inocêncio” convidou.
 
Frei Rogério explica que quando a Igreja Católica autoriza uma investigação sobre a vida de um religioso ou religiosa, o mesmo passa a ser chamado Servo de Deus., como é o caso de Dom Inocêncio. A igreja já realizou um estudo e constatou que o processo de beatificação do religioso pode ser feita.
 
Após a coleta de testemunhos, a comissão histórica começará as pesquisas e estudos para levantar os dados biográficos e históricos que servirão para desenvolver um ‘libelo’ – documento que contém todo o processo que será enviado para o Vaticano.  O processo pode durar até dois anos e meio, quando será fechado e enviado.

 À missa de exposição do corpo de Dom Inocêncio acontece as 19h30 do próximo dia 7 de fevereiro. Após a celebração, os restos mortais serão depositados em uma urna, que está sendo confeccionada na cidade.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas