Escola do Piauí é interditada e casa serve de sala de aula para 60 alunos imprimir publicado em: 29 / 08 / 2014

Os estudantes de uma escola pública da cidade de Angical, no interior do estado, estão há dias assistindo as aulas em salas improvisadas. Tudo porque a escola, que há apenas três anos passou por uma reforma, foi interditada pela justiça.

escolaNa unidade de educação mesas e carteiras estão fora das salas, deram lugar a materiais de construção. No início do mês de agosto a justiça de Angical determinou que as aulas fossem suspensas e uma reforma de emergência começasse imediatamente, depois que o teto do auditório desabou. Pouco tempo depois  vários problemas de estrutura começaram a aparecer por todo o prédio.

Fotos feitas por Manoel Gramosa, pai de aluno, mostram parte do problema. São rachaduras em paredes, piso com desnível e o teto que desabou novamente. “A diretora sempre reclamava com o profissional responsável pela obra e ele sempre respondia que sabia o que estava fazendo”, afirmou.

A reforma que começou no início do mês é feita pela mesma empresa que executou o serviço em 2011. A diretora da escola, Maria dos Santos Silva, acredita que agora será tudo diferente. “A Defesa Civil já esteve aqui vistoriando e de certa forma agora existe um monitoramento maior”, argumentou.

Sem poder utilizar a escola o jeito foi improvisar. Uma parte do muno foi quebrada para que os alunos tivessem acesso até uma residência nos fundos da unidade de educação. A casa atualmente está servindo de escola para mais de 60 estudantes.

A Secretaria Estadual da Educação lamentou o ocorrido e informou que os serviços de recuperação do teto já estão em fase de conclusão.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas