Estudantes fazem carta de reivindicações sobre integração dos ônibus imprimir publicado em: 11 / 04 / 2018

protestoDezenas de estudantes universitários e secundaristas fizeram um protesto diante do prédio da Prefeitura de Teresina nesta quarta-feira (11) com faixas, cartazes e carros de som para fazer a entrega de uma carta de reivindicações com pedidos sobre o sistema de integração do transporte de Teresina. Uma comissão se reuniu ao meio-dia com membros da Prefeitura.

Os manifestantes são membros do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal e Estadual e ainda da Associação Municipal de Estudantes Secundaristas (Ames). O coronel John Feitosa, da Polícia Militar, acompanhou o protesto mas não informou o total de participantes. Segundo a organização, cerca de 40 alunos participaram do ato.

Reivindicações

Maria Antônia da Silva Vieira, estudante do curso de ciências sociais da Uespi e membro do DCE, os movimentos se unificaram em torno do tema comum para fazer reivindicações e pedir melhorias.

A jovem deu como exemplo de solicitação o aumento no tempo limite do tempo para realizar a integração, que hoje é de 2 horas. A Prefeitura informou que um estudo está sendo feito e pode aumentar este tempo para até 2h30. Os alunos da Uespi pedem ainda mais linhas que façam integração do Centro para a instituição, já que segundo eles no momento há apenas dois.

pmtPara os alunos da Ufpi, um dos principais pedidos é de mais ônibus que circulem entre a universidade e o Centro. Segundo eles, hoje há uma linha entre a instituição e o Centro. Uma outra linha foi extinta.

“A gente pontua que essas linhas canceladas voltem a circular pelo menos até que a integração comece a funcionar na cidade toda. O movimento não é contra a integração, queremos é a melhoria e por isso fizemos a carta, porque os estudantes têm direito”, disse o estudante Lucas de Oliveira, membro do DCE da Ufpi.

Strans amplia número de viagens para estudantes

Os estudantes pediam ainda um aumento no total possível trechos diários da integração. A Prefeitura fez uma alteração e o sistema aceita, a partir desta quarta-feira (11), que os estudantes possam integrar 12 vezes por dia. Para os demais passageiros, o limite continua sendo de oito trajetos.

Uma comissão formada por oito manifestantes foi recebida por Francisco Nogueira, diretor de transportes da Strans, para discutir as demais reivindicações.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas