Ex-rei momo é preso suspeito de envolvimento na morte de PM no PI imprimir publicado em: 17 / 03 / 2017

A Polícia prendeu nesta sexta-feira (17) o ex-rei momo do carnaval de Teresina suspeito de envolvimento na morte do cabo Valdir Mendonça do Vale, durante tentativa de assalto ao funcionário de uma clínica na Zona Leste da capital. De acordo com o delegado Higgo Martins, da Delegacia de Homicídios, o preso é proprietário do carro que deu fuga ao bando.

higgo

Delegado HIggo Martins revelou ter solicitado a prisão preventiva do ex-rei momo

“O suspeito já era considerado foragido, desde que realizamos a apreensão do veículo na casa dele, na Zona Norte de Teresina, no início da semana. Hoje pela manhã ele foi abordado pelos policiais, quando trafegava pela Avenida Maranhão, no Centro da cidade”, contou o delegado.

Ainda conforme Higgo Martins, a prisão do suspeito é temporária, mas já foi solicitada a preventiva. O ex-momo será ouvido na Delegacia de Homicídios para saber a participação dele na tentativa de assalto, que resultou com a morte do policial.

“Até o momento só sabemos que ele emprestou o carro, mas o trabalho de investigação deve confirmar se ele sabia ou não da intenção do bando. O inquérito ainda não foi concluído e os outros seis suspeitos de participação, sendo uma adolescente, continuam presos”, informou.

Apreensão do carro
Policiais da Delegacia de Homicídios apreenderam na tarde de terça-feira (14) o carro que deu fuga ao bando que durante tentativa de assalto a uma clínica na Zona Leste de Teresina, acabou matando o cabo Valdir Mendonça do Vale, de 42 anos. O caso aconteceu no dia 7.

 Segundo o delegado Francisco Costa, o carro estava escondido em uma casa no Bairro Parque Alvorada, na Zona Norte. “Quando a polícia chegou na casa, os proprietários não estavam e o carro estava coberto por uma lona. O casal responsável pelo imóvel e pelo carro já possuem passagens pela polícia”, disse.

preso

Um dos suspeitos presos pela polícia

Prisões
O homem suspeito de atirar e matar o cabo Valdir Mendonça do Vale, de 43 anos, foi capturado no final no dia 10. De acordo com o delegado Francisco Costa, o Baretta, o preso estava escondido em uma casa na cidade de Timon, no Maranhão.

Ainda segundo o delegado, o suspeito era o único, de um total de seis, que faltava para ser preso. O grupo é suspeito de envolvimento na morte do cabo Valdir Mendonça, morto após presenciar um assalto e tentar capturar os criminosos. Houve troca de tiros e o policial conseguiu atingir um dos assaltantes, mas o policial foi atingido por dois disparos e morreu a caminho do hospital.

Mais dois homens foram presos na noite do dia 9, sendo um deles o condutor da motocicleta usada durante o latrocínio. Ao todo, cinco suspeitos de envolvimento no crime já foram presos e uma adolescente foi apreendida.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas