Fábrica de cimento fecha unidade de produção no PI e demite 500 pessoas imprimir publicado em: 06 / 03 / 2017

A Itapissuma, produtora de cimento hidráulico, anunciou nesta segunda-feira (6) o fechamento de sua unidade localizada na Fazenda Monte Alvão’, zona rural do município de Fronteiras, no Sul do Piauí. A suspensão das atividades atinge cerca de 500 trabalhadores, conforme relato de funcionários.

Em contato com sede do grupo João Santos, da qual a Itapissuma faz parte, em Recife, ninguém foi encontrado para comentar o caso.

A empresa divulgou comunicado justificando a medida e pedindo que os funcionários comparecessem a uma reunião para assinar a dispensa coletiva.O fechamento pegou os funcionários de surpresa, já que muitos se preparavam manter a rotina diária de trabalho e se depararam com ausência do transporte que iria pegá-los.

Os trabalhadores denunciam que a empresa fechou as portas devendo três meses de salário, pagamento de férias para algumas pessoas e não informou como e quando fará o pagamento de rescisão trabalhista.

“Tenho 17 anos de empresa e não sei como vou sustentar minha esposa e filho. Eles dependem exclusivamente do meu salário, nos últimos meses a situação estava difícil porque o salário estava atrasado, mas estava me virando. Só que não dá para viver assim todo mês. Estou desesperado”, lamentou outro funcionário.

Comunicado da empresa
No comunicado, a empresa alega que suspensão deve-se à crise econômica que assola o país, diz que suas vendas caíram em 80%. “Tal suspensão deve-se ao agravamento da crise econômica  que assola o país e e especial o ramo da construção civil,onde está inserida a Itapissuma a qual teve redução nas suas vendas de cimento na ordem de 80%,o que inviabiliza momentaneamente seu funcionamento”.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas